Header-Photo-30-04 (2)

Gengivite – se não for tratada, pode causar perda dos dentes

A gengivite é a forma mais branda de uma doença periodontal caracterizada pela inflamação das gengivas. Se não for tratada corretamente, pode evoluir e causar danos irreversíveis ao paciente, como perda óssea e dos dentes. Esse é um tipo de inflamação provocada principalmente pela falta de higiene oral e causa inchaço, sangramento e vermelhidão na gengiva. Em alguns casos, a pessoa pode sentir dor, gosto ruim na boca e ter mau hálito. Por isso, a limpeza correta dos dentes, com escovação suave sempre após as refeições e uso do fio dental, pode minimizar o problema e evitar a proliferação das bactérias que desencadeiam a doença. Além disso, é importante visitar o seu dentista pelo menos uma vez a cada seis meses para uma avaliação completa da sua saúde bucal. A prevenção é a melhor forma de se proteger contra as doenças periodontais. Outras causas da doença A gengivite não é causada unicamente pela falta de higiene bucal, mas por outros problemas de saúde como infecções provocadas por vírus ou fungos e outros tipos de doenças mais graves, como leucemia (câncer no sangue), diabetes, AIDS, desnutrição e até mesmo o estresse. Pessoas que têm o hábito de fumar, consumir bebidas alcoólicas ou que tomam medicamentos controlados também podem apresentar os sintomas da gengivite, assim como mulheres durante a gravidez ou menopausa. O tratamento Se a gengivite for diagnosticada na fase inicial, poderá ser tratada pelo próprio paciente em casa, após orientação do dentista, com escovação e uso correto do fio dental. Caso o problema seja descoberto já em um estágio mais avançado, com a presença de placas bacterianas e tártaros, a limpeza deverá ocorrer no consultório odontológico. Em situações mais graves, é preciso o usar antibióticos e anti-inflamatórios. Se nenhum desses tratamentos resolver, a cirurgia periodontal poderá trazer a solução para o problema. Texto: Gustavo Frasão, do Hospital Odontológico CIR