sorrindo na terceira idade cir premier brasilia

A importância do histórico médico e a odontologia

Paciente do sexo feminino, 66 anos, compareceu à clínica para realização de profilaxia. Apesar de ser uma paciente antiga e de não comparecer para controle há pelo menos 2 anos, a mesma foi submetida a uma anamnese (série de perguntas a respeito de sua história médica pregressa). Surpreendentemente, constatamos que após 2 anos de ausência, a paciente foi acometida de cardiopatia isquêmica (doença cardiovascular ) e hipertensão arterial além de fazer uso de medicação anticoagulante (AAS 100 mg/ dia) e de ter sofrido infarto do miocárdio há 1 ano. Após exame clínico, foi constatada a presença de doença periodontal crônica ativa, mostrando a necessidade de tratamento e o descontrole do processo infeccioso. A AHA (American Heart Association) recomenda a profilaxia antibiótica 1 (uma) hora antes de qualquer procedimento minimamente invasivo, em pacientes cardiopatas, com o objetivo de se evitar a endocardite bacteriana (processo de infecção no coração, por bactérias originárias da boca). Além disso, deve-se discutir com o médico do paciente sobre a possibilidade de interrupção temporária da medicação anticoagulante (neste caso, AAS). A paciente recebeu as devidas recomendações, e voltará para a realização do tratamento com a autorização do cardiologista, com total segurança e sem risco à sua saúde. Esse caso evidencia que, independentemente da simplicidade do tratamento, os cuidados com o paciente e uma avaliação criteriosa são indispensáveis.

beneficios-chiclete-saude-bucal

Gomas de mascar (chicletes) são amigos ou inimigos?

Devido à correria do dia-a-dia, muitas vezes não temos como efetuar a higiene dental após as refeições. Nesses casos “emergenciais”, uma boa opção são as gomas de mascar sem açúcar. Elas irão estimular a salivação ( que é um mecanismo de defesa natural do organismo contra a cárie), além de promover uma limpeza mecânica dos dentes. Mas nada substitui a escovação, o fio dental e uma higienização adequada. Hálito melhor Mais uma vantagem do aumento da saliva é que ele impede que as bactérias ruins se proliferem na boca e causem mau hálito. No entanto, vale sempre lembrar que outros problemas crônicos, além da (falta de) higiene, podem ser responsáveis pelo bafo de onça, e, nesse caso, só um especialista pode ajudar você a cortar o mal pela raiz. Xô, cáries! Quando você mastiga, estimula a produção de saliva, que diminui a acidez dentro da boca. Isso é importante porque, quanto maior esse nível, mais os dentes ficam vulneráveis às cáries. O problema é que os chicletes com açúcar acabam anulando essa vantagem. Hoje, é possível contar com as versões sem açúcar – e é apenas com essas que você deve ficar. Elas possuem xilitol, um adoçante natural encontrado em frutas e vegetais que tem ação bactericida. “O atrito mecânico da goma com os dentes, em conjunto com o xilitol, ajuda a reter menos bactérias nas faces livres dos dentes”, explica o Dr. Aurélio Belas, do Cir Premier, em Brasília. “Além disso, as bactérias não conseguem fermentar o xilitol, o que gera menos danos ao esmalte dos dentes.”



1 20 21 22 23 24 72