Clareamento dental – água oxigenada queima os dentes

Parece loucura, mas é mas comum do que parece: muitas pessoas perguntam se a água oxigenada promove o clareamento dental. Nosso post de hoje é para quebrar esse mito de uma vez por todas.

A água oxigenada além de não clarear, ainda queima os dentes e pode provocar danos irreversíveis na gengiva, além de intoxicar o organismo e a mucosa da boca.

O assunto começou a entrar em pauta há alguns meses depois que vários internautas passaram a compartilhar esse tipo de informação nas redes sociais.

Por isso, todo o cuidado é pouco. Nas embalagens de água oxigenada, mesmo que não tenha nada escrito sobre clareamento dental, deixam claro que o uso delas não é bucal e, se usadas indevidamente, podem machucar bastante.

Se a sua intenç

Nossos dentes têm mais de uma cor

Você pode nunca ter reparado, já que a diferença é pequena, mas os nossos dentes são policromáticos, ou seja, têm mais de uma cor. E o motivo é simples: quase sempre está relacionado com o consumo de alimentos como refrigerantes, chá e café ou com comidas que têm alta concentração de pigmentação, como beterraba, cereja e amora. O hábito de fumar e problemas bucais como cáries também podem provocar a mutação das cores naturais.

A boa notícia é que você não precisa mais se preocupar com isso. Dentes amarelados, ou escurecidos, são comuns na sociedade atual e incomodam muitas pessoas. Por isso, o Hospital Odontológico Cir conta com uma infraestrutura hospitalar completa, equipamentos de última geração e profissionais gabaritados para oferecer a você o que há de melhor e mais moderno em todos os tratamentos odontológicos.

Por que os dentes amarelam?

O dente é constituído, naturalmente, por esmalte, dentina, polpa e cemento. Qualquer alteração em uma dessas estruturas pode comprometer a cor natural e refletir em mudança de cor, interna ou externa. Vários fatores, incluindo genéticos, podem acarretar em manchas ou escurecimento dos dentes. O tabaco, por exemplo, provoca o escurecimento, assim como o consumo de chá, café e refrigerantes a longo prazo.

O que provoca as manchas nos dentes?

Existem dois tipos de manchas dentárias: as intrínsecas (internas) e as extrínsecas (externas). Alimentos com corante e a falta de higiene oral também causam as manchas externas. As internas, por sua vez, podem ser derivadas de diversos fatores, incluindo a má formação da camada de dentina, ou esmalte, por hereditariedade. Alguns medicamentos, como os antibióticos que têm em sua composição a tetraciclina, costumeiramente promovem manchas em forma de listras horizontais.

As manchas intrínsecas são mais difíceis de serem identificadas e tratadas, já que ocorrem dentro da estrutura dentária. Por isso, normalmente só podem ser tratadas por meio do clareamento dentário ou procedimentos cirúrgicos um pouco mais invasivos, como desgaste ou restauração do dente.

Para trazer o branco ideal aos seu sorriso, oferecemos desde o tratamento de clareamento dentário às restaurações dos dentes por meio de lentes de contato em porcelana, tudo feito sob medida, com precisão e em pouco tempo. Se você quer ter os dentes bonitos e com coloração uniforme, conte conosco! Marque sua consulta gratuitamente e deixe o seu sorriso pronto para brilhar.

Texto: Gustavo Frasão, do Hospital Odontológico Cir

Tratando dentes escurecidos

O objetivo da odontologia estética é proporcionar um novo sorriso para quem está insatisfeito com seus dentes. Dentes amarelados, com alteração de cor e com canal podem ser clareados com auxílio de peróxido de hidrogênio.

Alguns pacientes que apresentem dentes escurecidos e com restaurações manchadas podem ser encaminhados a um procedimento de limpeza com ultrassom e jato de bicarbonato de sódio, além de um clareamento dental feito à base de peróxido de carbamida ou com laser de argônio.

Após o clareamento, é hora de aplicar as lentes de contato em porcelana. Os dentes são isolados com lençol de borracha para evitar a contaminação pela saliva, as gengivas são afastadas e as restaurações antigas são removidas para que os dentes sejam preparados para o ataque de ácido fosfórico.

Também foi usado no tratamento lentes de contato dentais em porcelana.
Também foi usado no tratamento lentes de contato odontológicas em porcelana.

A partir disso, para que os dentes recebam um novo formato, passam a receber várias camadas de resina para que haja uma remodelação. Assim, o sorriso fica completo, mais harmonioso e com mais vida.

O fumo e alguma de suas complicações para a saúde bucal

O fumo age como fator modificador da doença periodontal, sendo sempre necessária a presença da placa bacteriana para sua instalação e sua progressão. O fumo é considerado o maior fator de risco para desenvolvimento de periodontite severa, sendo que existe uma relação direta entre a quantidade de cigarros consumidos e a resposta periodontal.

Existem inúmeros estudos associando o fumo a maiores índices de perdas ósseas alveolares, maior risco de perda dentária, maior número de sítios com perda de inserção e doença periodontal ativa.

Lembre-se que você é o principal responsável!! Cuide-se e não caia nas garras do fumo 🙁

Associação do clareamento a laser e clareamento caseiro

 Clareamento

Em busca de dentes mais brancos, tivemos, hoje, mais um dia cheio de clareamentos. Para um melhor resultado, associamos as duas técnicas: clareamento a laser (realizado no consultório), e clareamento caseiro (o paciente utiliza uma moldeira com o gel clareador, por algumas horas, em casa).

A associação das duas técnicas traz um melhor resultado e maior rapidez para o paciente. Hoje compareceram à clínica dois pacientes que realizaram o tratamento de clareamento há um ano e vieram para a sessão de retoque a que têm direito. Com isso, conseguimos manter os dentes claros, o sorriso mais bonito e o paciente satisfeito.