Primeiros sintomas do câncer de boca

O principal sintoma é o aparecimento de feridas que não cicatrizam. Outros sintomas são ulcerações superficiais, indolores e esbranquiçadas ou avermelhadas nos lábios ou na mucosa bucal.

Identificar precocemente lesões premalignas ou malignas amplia consideravelmente as chances de cura. Visitas anuais ao dentista têm um papel fundamental na prevenção do câncer bucal, pois nenhum outro profissional da saúde tem a oportunidade de observar e avaliar o paciente com a mesma frequência, podendo realizar um exame minucioso e detectar alterações antes mesmo do aparecimento de qualquer sintoma.

Câncer de boca: prevenção com o autoexame

DETECÇÃO PRECOCE PROPICIA A CURA

Nos últimos anos, os programas de controle do câncer da boca passaram a dispensar especial atenção à prevenção e controle dos tumores bucais que acometem a porção da garganta para frente, ou seja, toda a parte visível da boca até os lábios.

Os profissionais do Cir Premier estão atentos para identificar possíveis lesões bucais. O paciente deverá consultar com urgência um dentista especializado caso observe qualquer alteração bucal.

Acompanhamento de Pacientes Oncológicos
Todos sabem que passar por um tratamento de câncer é bastante complicado. O tratamento em si já é difícil, ainda mais quando somamos as limitações físicas pelas quais o paciente passa e a questão psicológica. E você sabia que um acompanhamento odontológico especializado pode auxiliar e melhorar a sua qualidade de vida durante o tratamento oncológico.

Como o Hospital Odontológico Cir Premier pode auxiliar no diagnóstico do câncer

Como se desenvolve o Câncer de Boca?

Muitos pacientes devem se perguntar: Como se desenvolve o câncer de boca? Para você que ainda não sabe, confira alguns possíveis sintomas:

  • Feridas que não cicatrizam em um prazo de 2 semanas;
  • Mudança na coloração dos lábios e de outras partes da boca;
  • Manchas vermelhas, brancas e negras que surgem de repente;
  • Aparecimento de ínguas (caroços endurecidos) no pescoço e sem dor;
  • Endurecimento de áreas de tecido mole;
  • Dificuldade para falar, mastigar e engolir;
  • Emagrecimento acentuado.

Lembrando que esses sintomas não necessariamente podem ser visto como a “confirmação” de um caso de câncer, pois somente um diagnóstico preciso de um profissional pode realmente identificar se você precisará ou não de um tratamento oncológico.

Causas do aparecimento de câncer de boca

Os fatores que podem levar ao câncer de boca são normalmente: fumo, bebidas alcoólicas, fatores genéticos e outros. Vale lembrar que o câncer de lábio é muito comum em pessoas de pele branca que se expõem ao sol durante anos, sem proteção adequada.

Então faça sua parte, não deixe de consultar seu dentista pelo menos uma vez ao ano! Realize diariamente a higiene bucal e para a pele do seu rosto e lábios utilize protetor solar e labial com fator acima de 30.

Pacientes com câncer precisam de tratamento odontológico?

Quando deve ser a primeira consulta do paciente com câncer?

Como é o acompanhamento odontológico com pacientes oncológicos?

O fumo e a saúde bucal em números

O fumo é responsável por 30% dos cânceres letais, 90% dos cânceres de pulmão, 70% das doenças pulmonares crônicas e 80% dos casos de infarto do miocárdio antes dos 50 anos de idade, além de estar associado à redução da densidade óssea e osteoporose.

Assim o hábito de fumar mostra-se importante fator de risco para a progressão da doença periodontal.