Não é natural perder dentes após os 60 anos!

Não é natural perder dentes após os 60 anos

Talvez alguém já tenha te falado que é normal os dentes nos abandonarem com o decorrer da idade. A verdade é que não é! Nossos dentes foram feitos e tem capacidade de nos acompanharem por toda a nossa vida.

As perdas de dentes podem ocorrer por problemas de ordem higiênica em alguma fase da nossa vida, ou por questão de saúde. Diversos problemas bucais ocasionam o amolecimento e a perda de dentes, mas todos são totalmente passíveis de tratamento e prevenção!

Continue lendo e confira as informações que separamos para você.

Qual é a receita para manter os dentes fortes e saudáveis na minha idade?

A receita para qualquer idade é uma só: faça uma higiene bucal adequada por meio de escovação dos dentes, língua e gengivas, utilizando fio dental e enxaguantes bucais, conforme orientação do dentista. Lembre-se que visitar o dentista regularmente também é fundamental para prevenir e sanar quaisquer problemas que porventura possam vir a aparecer!

Recentemente ilustramos por meio de vídeos em um artigo completo como deve ser feita uma escovação de maneira correta, além da utilização de fio dental. Confira aqui!

Como posso escovar corretamente os meus dentes?

Aprender como escovar os dentes e usar o fio dental corretamente é o primeiro passo para manter dentes e gengivas saudáveis. Confira!

 

Acesse nosso artigo completo sobre escovação e confira outras dicas para uma saúde bucal nota 10.

Como um problema de saúde pode afetar os dentes na minha idade?

Os maiores riscos a seus dentes estão relacionados a algumas doenças em outras partes do corpo. Por exemplo, os portadores de diabetes têm, aproximadamente, 4 vezes mais chances de sofrer com inflamações nas gengivas e perdas do suporte ósseo dos dentes.

Isso porque o aumento da glicose no sangue deixa o sistema imunológico vulnerável a processos infecciosos causados por bactérias e fungos. Daí o surgimento de doenças periodontais, ou da gengiva, se não tratadas.

Além dessas, outras doenças também podem contribuir para a queda dos dentes: síndrome de Down, doença de Crohn, deficiência de glóbulos brancos e a AIDS podem predispor a periodontite.

A visita regular ao médico após os 50 anos deve fazer parte de um conjunto de ações para uma melhor qualidade de vida, assim como encarar a odontologia como parte dessa saúde geral também.

Vícios influenciam na minha saúde bucal?

Muitos vícios são prejudiciais em qualquer idade, para qualquer ser humano. Entre eles, o vício das drogas, o qual pode levar à perda completa dos dentes. Isso porque muitas drogas promovem a sensação de boca seca, e isso é extremamente prejudicial para a boca, já que a saliva é responsável por controlar a população bacteriana e o nível de acidez (pH da saliva).

Confira nosso artigo sobre a importância da Saliva na digestão, no hálito e na eliminação de bactérias da boca.

Dica do CIR

Separe um tempo e faça uma auto análise: quantas vezes por dia você escova os seus dentes? Quando escova, quantos minutos leva para escovar: 30 segundos ou 2 minutos? Você se preocupa em escovar cada face dos dentes? Escova a língua e as gengivas? Usa fio dental diariamente? Quando foi a última vez que você foi a um dentista para fazer uma avaliação e uma profilaxia (limpeza dos dentes)?

Se você respondeu 2 minutos, se você se preocupa com a escovação de cada face dos dentes, lembra da língua, gengivas, e de usar o fio dental, parabéns! Se não, visite agora a nossa página de Dicas de Escovação e faça-o de maneira correta.

O Cir é referência nacional e internacional em tratamentos de Reabilitação Oral com Implantes e Estética Dental aprimorada. Já fizemos mais de 25 mil implantes de sucesso ao longo dos nossos 30 anos de experiência.

Contamos com uma equipe com mais de 60 profissionais qualificados. Venha conferir o que podemos fazer de melhor por você! Acesse nosso site www.cir.com.br/marque-sua-consulta ou faça contato pelo telefone (61) 3365-1000 ou Whatsapp (61) 99303-9351.

Ligue: (61) 3365-1000

Publicado por

Aurélio Belas

Especialização em Prótese Dental pela Associação Brasileira de Odontologia (ABO/GO) // Especialização em Periodontia pela Associação Brasileira de Odontologia (ABO/GO) // Especialização em Radiologia pela (pelo) Profis (USP), Bauru, SP // Docência no curso de especialização em Implantodontia da Associação Brasileira de Odontologia (ABO/DF), Brasília, DF